segunda-feira, 7 de setembro de 2015

PAU DE ARARA

PAU DE ARARA
Caminhão de Pau de Arara no nordeste é como ônibus, carrega muita gente, acidentes estão sempre acontecendo todos os dias entre os romeiros, que vão para Juazeiro, Ceará.

Muita gente morre e dezenas de feridos. E não tem médicos, enfermeiros e serviço hospitalares para atendê-los.

Já quando um caminhão de porcos acidenta-se, aparece Veterinários de todo lado e as clínicas recebem os animais e os tratam com carinho.

Nada contra, mas e o ser humano? Não vale nada?

Não, não vale. Todo dia tem “Dimenor” assaltando e matando até por causa de R$10,00.

Eles sabem que vão entrar na Delegacia e sair no mesmo dia, sorrindo, então pintam e bordam e ninguém não pode nem reagir que leva bala.

E no trânsito? Eles param os carros, tiram os ocupantes jogam no meio da rua e saem com os veículos.

Mas voltemos aos porcos: o caminhão transportava 110 animais para um frigorífico, o motorista fez uma manobra, tombou, o trânsito foi interditado. Estava apenas a dois quilômetros do destino final, aconteceu o acidente.

Mas como aqui no Brasil tudo é feito na base de gambiarra, na primeira tentativa não deu certo.

Na segunda piorou, até que apareceu um mais inteligente e pediu que os porcos fossem colocados em outra carreta, o que foi providenciado.

Muitos porcos morreram, outros muito feridos. Apareceu por ali alguém ligado a ONG de maltrato a animais filmou tudo e jogou na internet.

O Caso ganhou proporções inesperadas, apareceu  gente de todo lado para adotar os animais feridos. Os mortos foram levados para inutilização, por que não podem usar aquela carne para o consumo humano.

O restante foi para o frigorífico para abate.

Após a divulgação na internet o povo ficou chocado, parecendo ser uma grande tragédia.

Tragédia são as recusas de governantes em aceitar imigrantes de vários países em guerra, que estão invadindo a Europa.

Eles são tratados como animais (animais seriam melhor cuidados).

Spray de pimenta, chato d’água, bomba de efeito moral, fumaças de todas as espécies, balas de borracha e tudo para impedir a passagem de pessoas por seus países.

Vendo o sofrimento daquele, um milionário até ofereceu, dinheiro suficiente para comprar uma ilha e construir casas para todos.

Quando abro os jornais de hoje, leio:
Ônibus tomba e 15 pessoas morrem em acidente na cidade de Paraty, no Rio”.
Será que apareceu alguém de ONG pró-humana para filmar o acidente?

Você que levou porcos para cuidar, aproveite e leve também um refugiado e um acidentado para sua casa.

Manoel Amaral

Nenhum comentário:

Postar um comentário