terça-feira, 15 de outubro de 2013

Os e-books brasileiros são os mais caros do mundo


Hoje resolvi dar uma busca, pelo Google, nuns e-books e encontrei “A Estrela Mais Brilhante do Céu” de Marian Keyes, da Editora Bertrand Brasil como exemplo:

IMPRESSO
A Estrela Mais Brilhante do Céu
Editora: Bertrand Brasil
Ano: 2011
Peso: 880g
Cadastrado em: 09 de setembro de 2013
Descrição: Novo. Lacrado. 598 págs. Não é Ed. Econômica.
Preço: R$28,00
Vendido na Estante Virtual

EBOOK

A estrela mais brilhante do céu
Autor: Marian Keyes
Título Original:The brightest star in the sky
Tradutor: Maria Clara Mattos
EAN: 9788528615395
Gênero:Chick Lit
Páginas: 602
Formato: 16 x 23 cm
Editora: Bertrand Brasil

Preço: R$ 60,00

Sinceramente não dá para acreditar, um livro impresso por R$28,00 e o mesmo título em e-book por R$60,00, coisa de louco.

Não estão, definitivamente, querendo vender e-book. Não acham que dá tanto lucro como o impresso, só pode ser isso.

As editoras brasileiras não querem largar o osso. Ainda bem que a Amazon está aí para acabar com esta história. Tem e-book lá até de $0,99 (noventa e nove centavos do dólar) e tem uns em português muito barato.

Mas vamos a análise acima: o livro de R$28,00 é distribuído pela Estante Virtual e o outro, um e-book, pela Editora Bertrand Brasil representada pela Record pela quantia de R$60,00.

Dá para acreditar num fato deste? Vão alegar que a Estante Virtual só vende livro usado, mas está lá no texto: “livro novo”, lacrado. 598 págs. Não é edição econômica.” Como pode uma coisa dessas?

O que dá a entender disso tudo é que as editoras brasileiras não estão querendo trabalhar com e-books. Porque será? Só pode ser pouco lucro.
Continuarei pesquisando, outro dia falo mais sobre o assunto.

Manoel Amaral

Nenhum comentário:

Postar um comentário