domingo, 31 de março de 2013

NÃO RECEBEU OVO DE PÁSCOA, RECEBEU BALA



Páscoa em hebraico quer dizer passagem, travessia para um mundo novo. (Hélio Consolaro)

Impressionante como a vida não está valendo nada. Agora mesmo recebo notícia que aqui pertinho de casa mais um tombou no asfalto inocentemente.

Os bandidos estão atirando a esmo. Matam seus concorrentes, inimigos, amigos, usuários ou não de drogas.

A coisa está ficando preta. A moda pegou, usam um carro ou uma moto e saem atirando em quem passa primeiro. Carros caros tipo Corola ou motos bonitas, coloridas, novinhas, roubadas.

Um dia desses deram 35 tiros num veículos, onde já se viu uma coisa dessas?
No interior passavam anos sem haver assassinato, hoje virou rotina.
O povo do campo também não tem mais paz. Quem se mudou de cidade grande para o interior fugindo da violência, não adiantou.

Por todo lado eles, geralmente menores, mais muito grandes nos crimes saem atirando e deixando um corpo estirado no asfalto.

É a impunidade, precisamos rever nossa legislação, principalmente da sobre menores. Esta história de ficar passando as mãos em suas cabeças dá é nisso: crime e mais crime.

Acho errado divulgarem em massa que não podemos reagir, nos defender. Temos que ser passivos, deixando-os fazerem o que quiserem, aí não dá.
As nossas armas o governo pegou, o que vocês queriam? Os bandidos estão com a faca e o queijo nas mãos.

Além da droga que virou uma matança, carnificina, um massacre, os mais espertos estão aproveitando para assaltar bancos, postos de combustíveis, joalherias e tudo que movimente grandes quantias.
Os arrastões em prédios de condomínio de  luxo acontecem todos os dias. O rico também não tem para onde ir, todos são tratados da mesma maneira.
Chegam batem em todo mundo, amarram, amordaçam e se reagir leva bala. Mesmo assim sou a favor da reação. Também temos que nos armar e mandar bala. Só assim acho que alguma coisa pode mudar.

Páscoa em hebraico quer dizer passagem, travessia para um mundo novo e ele foi mesmo para o outro lado.

Manoel Amaral

sábado, 23 de março de 2013

O ASSASSINO DO FACEBOOK – I


O ASSASSINO DO FACEBOOK – I

A Loura do batom vermelho

Facebook = Muro de lamentações” Simata

Ela estava estendida no chão, de costas. Dava para ver que muito sangue jorrara daquela boca pintada com um batom vermelho.

Osvandir chegou ali para investigar o crime. Há muito não via uma mulher morta com aquela beleza. Loura, 1,80m, belas pernas e bumbum arrebitado.

Os policiais estavam à procura de vestígios do assassino. Uma cápsula deflagrada aqui, alguns fios de cabelos acolá.

Estava difícil trabalhar, a cena do crime estava toda revirada. Um lencinho de papel ainda estava na sua mão. Quando foi retirado, Osvandir pode notar um número de celular.

Na sua testa um pequeno corte, não era de faca ou qualquer outra arma cortante. Parecia ser de um acidente.

Na mão direita um anel de brilhante. Um cinto de couro legítimo perpassava a sua cintura e estava desabotoado.

Seria um crime sexual? As suas pernas estavam entreabertas.

Verificando a sua documentação que estava espalhada em volta do corpo, Osvandir ficou sabendo que se tratava de Noêmia Viriato.

Um dos policiais disse que a conhecia, morava a uns dois quarteirões daquele local, num prédio de luxo.

Próximo a sua mão esquerda podia notar-se uma pegada, sapato masculino, tamanho 42. Estava bem visível, parecia que o solado havia pisado em algum pó branco.

Fotografou a pegada, a posição e partes do corpo bem como os materiais da cena do crime.

Osvandir sacou do bolso a sua lupa e a pinça foi guardando em saquinhos plásticos com zíper, todo material que encontrava. Um pedaço de porcelana italiana, fios de cabelo preto, o lencinho com o número de celular.

Na boca entreaberta, ainda podia-se ver um pouco de alimentação. No canto direito do lábio havia uma estranha espuma branca.

Estava formada a cena. Agora que o corpo iria para o IML, o trabalho seria analisar tudo e interrogar as pessoas.

Em frente, uma boate de luxo, mas parece que ela não foi morta naquele local. Fora jogada ali, os rastros de pneus indicavam uma parada.

Um especialista tirou o molde dos pneus em gesso, os sinais estavam bem visíveis. Havia chovido e um pouco de terra estava ancorado na beira de um bueiro.

No seu escritório Osvandir começou analisar aquilo tudo e fazer anotações em seu Notebook.

O seu Iphone 5 vibrou e uma suave musiquinha saiu de seu minúsculo alto falante. Era o Delegado perguntando se já tinha chegado a alguma conclusão.

— Nada Elias, está muito difícil seguir uma linha de raciocínio. Quando tiver alguma coisa conclusiva ligo para o Senhor.

Nem bem colocou o aparelho na mesa, ele tocou novamente:

— Eu sei quem matou a moça...

— Quem é o Senhor? — Aí a pessoa desligou o telefone.

Mas nada foi ouvido. O silêncio pairou na sua sala.

Manoel Amaral

Leia a continuação pelos links abaixo:

http://osvandir.blogspot.com.br/2013/04/assassinato-no-facebook-ii-calcado.html

http://osvandir.blogspot.com.br/2013/04/o-assassino-do-facebook-iii.html

http://osvandir.blogspot.com.br/2013/05/o-assassino-do-facebook-iv-v.html

quinta-feira, 21 de março de 2013

A RAINHA VAI A ROMA


A RAINHA VAI A ROMA

“O Papa é argentino, mas Deus é brasileiro”
(A Rainha)

Aquela princesa que morava nas Gerais, agora virou Rainha.

Seu castelo tinha lagos e cachoeiras, mármore por todo lado, reservas e parques, estava nos noticiários diariamente.

Na parte superior um enorme salão, em baixo pequenas salas para jogos com capacidade para várias pessoas.

Só a adega cabia oito mil garrafas de vinho e estava abarrotada, não existindo lugar para mais nada. Tinha um pequeno setor dedicado as mais finas cachaças.

No andar superior, 32 suítes cada uma com um closet e um banheiro com arquitetura bem diferente uma da outra. As mais importantes ficavam nas torres do castelo.

No último andar da torre, a suíte do Rei. Cada cômodo tinha o exagero de 100 m² - maior que muitas casas do Reino - com espaço para sala, banheiro, antessala e finalmente aquele luxuoso quarto.

Grandes espaços para os salões de festas, ginástica, jogos, eventos diversos, reuniões, dois elevadores, piscinas, saunas, lagos para pescaria, campos de golfe, jardins e áreas de relaxamento.

Pois é, dona de um castelo desta dimensão, a Rainha resolveu visitar o Papa Francisco, no Vaticano, Itália.

Ao chegar com a  sua comitiva se hospedaram no luxuoso hotel Westin Excelsior, na Via Veneto. Só ali ocuparam 30 quartos.

A equipe de apoio hospedou-se no hotel Parco dei Principi" onde foram alugados 22 quartos.  A diária da suíte presidencial de R$ 7.700, não assustou a Rainha; o quarto mais barato saiu por R$ 910. “Uma ninharia”, - segundo ela.

Os repórteres não perderam tempo, foram à cata de notícias e descobriram que “a frota alugada incluiu sete veículos sedã com motorista, um carro blindado de luxo, quatro vans executivas com capacidade para 15 pessoas cada, um micro-ônibus e um veículo destinado aos seguranças.”

Apenas para o transporte de bagagens e equipamentos, a Rainha contou com um caminhão-baú e dois furgões”, descobriu outro jornalista.


Acontece que a Rainha “não tinha agenda nenhuma na capital italiana que não assistir à missa de entronização do papa Francisco no Vaticano,” – foi logo alfinetando uma cronista do “Esta não”, um jornal de oposição lá no seu do Reino.

A nossa Rainha como não tinha nada para fazer, (mesmo) em Roma ou no Vaticano “a comitiva fez um esforço para arrumar ocupação para ela: visitou uma exposição de Ticiano,” encontrou-se com artistas, visitou museus, deu entrevistas.  “Na terça, houve até um papo-relâmpago com uma Princesa de um reino vizinho, que chegou sem avisar.”

“A viagem da Rainha ao Vaticano para a missa inaugural do papa Francisco custou aos cofres públicos 125.990,00 euros (cerca de R$ 324 mil), informou nesta quarta-feira ao jornal “O Estado de S. Pedro”

A oposição ficou nervosa, quer explicações sobre as despesas da comitiva da Rainha. Logo eles que vivem viajando por todo reino.

Mas ela nem se tocou, informou aos jornalistas que gostou muito do Papa Francisco e até citou uma frase que todos já conhecem desde os velhos tempos lá no Reino:

O Papa é Argentino, mas Deus é Brasileiro.

Manoel Amaral
Osvandir.blogspot.com

Fonte Pesquisa: 1 - A frase “Deus é brasileiro,”  é uma citação da última página do livro “O anjo”, editado em 1934, do romancista, poeta e pintor alagoano Jorge de Lima.

2 - Em 2009 escrevi a "Princesa e o Grande Castelo", uma sátira a um castelo de Minas Gerais, veja o link: http://osvandir.blogspot.com.br/2009/10/princesa-do-grande-castelo.html
É de lá justamente a introdução desta matéria.

3 – Jornais: Estadão, Folha de S. Paulo e Revista Veja.

sábado, 16 de março de 2013

PETRÓPOLIS DESBA MORRO ABAIXO

PETRÓPOLIS DESABA MORRO ABAIXO

“Lembrei-me de outra crônica que escrevi no ano passado:”

Ligo a TV, notícias ruins, só notícias ruins. Os crimes passionais aumentaram. Agora os motoqueiros chegam com metralhadoras e matam todo mundo. Sabem que não vai acontecer nada. Não serão pegos, nem processados e nem julgados.

E ainda dizem: - É o Brasil!

Nos anos anteriores a gente ficava puto da via com tanta morte por bala perdida. Mas ela matava apenas uma pessoa. Hoje os bandidos estão tirando a vida de muita gente. A maioria sem culpa nenhuma. Estavam ali na hora errada.

Mas a nossa intenção era falar de outra notícia ruim. As chuvas no Rio de Janeiro, mais precisamente sobre Petrópolis. Os morros desabam, casas, prédios, hotéis e pousadas são soterrados e junto o ser humano.

Não há o que fazer a não ser chorar os mortos. 

Verbas são destinadas para obras de contenção de barrancos, construção de casas dos que perderam as suas. Mas muitos ali ainda permanecem, não tem para onde ir.

Milhões e milhões, desaparecem no meio do barro da administração pública. Ninguém sabe onde foi parar tantas verbas públicas.

É o problema da Reeleição, o Prefeito entra pensando na próxima eleição. Tem que inaugurar muitas obras no naquele ano. É um defeito da legislação eleitoral que deveria ser extirpada o mais rápido possível. O prejuízo é enorme para a população.

Distribui obras no quarto ano de mandato visando a reeleição. Deixam a cidade toda cheia de buracos. Gastam mundos e fundos e quando se reelegem tem que ficar de chapéu na mão indo e voltando a Brasília para ver se consegue alguma verba para a cidade.

Tem que haver prevenção. O Prefeito deve sempre eliminar as construções beira rio, junto aos córregos ou em barrancos perigosos. Construir a “sua casa sua vida”, com a ajuda da Caixa, com prestações baixíssimas. Mesmo assim tem muita gente devendo, vendendo e pintando o sete com as construções.

Pensam que era como antigamente, quando a Prefeitura construía por conta própria em lugares impróprios, aquele pombal, sem nenhuma estrutura, sem água, luz, calçamento ou qualquer outro equipamento de bairro. Aí pegavam a casa de graça e daí alguns meses já estava negociando por uma ninharia. A seguir entrava em nova lista de pedido de moradia. Conheço bem o assunto.

Hoje se você não pagou, vai a leilão; se vendeu para outro ilegalmente está sujeito a processo judicial e quem comprou pode sofrer, também, as consequências.

No meio disso tudo leio uma notícia hilariante:
“Concurso para a Polícia Civil da Bahia pede comprovação de virgindade”.

Logo nos tempos que tem mulheres rifando a virgindade na internet.

Manoel Amaral


VOCÊ É UM FELIZ GANHADOR DE UM MILHÃO DE DÓLARES

– Recebi um e-mail me avisando...

– Você acreditou nessa? Como? É puro trambique. Fraude. Ninguém ganha um milhão de dólares sem fazer nada.

– E aquele caso da Iphone, pedindo para clicar aqui e ali...

– Pedindo também para mandar 15 e-mails para seus amigos? Meu amigo Severino, nunca existiu isso.

– Mas recebi mesmo um e-mail falando que amigos tais e tais já ganharam também?

– Outra bobagem maior, ligue para eles e veja a mentira que estão tentando passar-lhe.

– Este outro e-mail pede para passar adiante que ganharia do Bill Gates uma fortuna para testar um novo programa de computador.

– Pois é meu amigo, não acredite nestas mentiras, são golpes que pretendem lesar você.

– Outro dia recebi uma mensagem de um amigo de Angola, falando de uma herança, muito dinheiro, que poderia receber no Banco, era só mandar um número de minha conta no Banco do Brasil, pesquisei e o banco angolano existia.

– O Banco de Angola realmente existe mas trata-se de outro golpe antigo.

– Outro dia veio notícia que ganhei um notebook da Dell, fiquei feliz, mas tinha que preencher um cadastro enorme...

O nosso sistema selecionou aleatoriamente o seu endereço de e-mail de um total de 50.000 utilizadores para que possa ganhar de forma gratuita um destes 3 produtos da Apple:

– Mas você não se emenda, estes são os mais velhos golpe da internet, se preencher este cadastro vão comprar tudo em seu nome e tem mais a Dell já avisou que não tem este tipo de promoção.

– E aquela Loteria de Londres que queria enviar-me cinquenta mil euros...
– É outro golpe antigo, não caia nestas bobagens.

– Tem uma corrente de dinheiro que as pessoas recebem mesmo muitos reais.

– Que coisa gente, isto é pura pilantragem, vem antes do computador e internet. Mandavam cartinhas para a gente, lembra? Pois é, trata-se de outra picaretagem.

– Mas Zé, você está sendo severo demais. Outro dia recebi uma comunicação sobre uma menininha que sequestraram...

– Este também é coisa velha, a menina já é moça, foi encontrada há mais de 5 anos, em Brasília.

– E aquela outra, doentinha que pedia uma ajudazinha para trocar o coração por um novo?

– Golpe! Golpe! Severino, quando é que você vai aprender, meu filho?

– Zé,  me disseram que ganhei três casas no Projeto Minha Casa Minha Vida.

– Uai, este golpe é novo! Não conhecia, vou pesquisar...

-- Mais novo ainda, desta semana, o golpe da TELEFREE, veja só o jornal Globo de  12/03/2013: 

 

Empresa no ES é investigada por golpes disfarçados de investimentos.

Investigação apura suposto esquema de pirâmide financeira na Telexfree.

Promessa de dinheiro fácil enche os olhos das pessoas”, diz a delegada
titular da Defa, Gracimeri Gaviorno,

E tem razão, hoje aqui na minha cidade mais uma pessoa caiu naquele golpe:  -- Você foi sorteado no Programa X e vai receber um carro novinho, mas para isso precisa efetuar um valor de R$1.500,00 para despesas de transporte do veículo.
Coitada da velhinha, caiu que nem uma patinha, ficou sem o dinheiro...

Chega!!!

Manoel Amaral

sexta-feira, 8 de março de 2013


DIA INTERNACIONAL DA MULHER
NÃO TEMOS NADA A COMEMORAR
“Mulher gosta mesmo é de apanhar”
(Pensamento do sec. Passado)


Quantas vezes ouvimos os mais velhos citar esta frase e outras: “Em mulher não se bate nem com uma flor!”

Mas as notícias não são boas, apesar da Lei Maria da Penha, no interior não existe proteção às pessoas ameaçadas. Daí o medo em denunciar, porque acaba morrendo nas mãos do denunciado.

Muitas mulheres preferem viver a vida toda apanhando a levar o seu companheiro para cadeia. Sabe que quando ele sair de lá, ela estará correndo risco de vida.

Muitas mulheres apanham e são incapazes de abandonar o homem que bate nelas.

A culpa é de um Estado que não garante proteção e assistência àquelas que precisam. 

Elas não procuram ajuda porque têm medo, se sentem vulneráveis porque sabem que o agressor vai voltar e vai até ser mais violento.

A mulher denuncia, ela deve sentir que o sistema, o poder judiciário, vai protegê-la, mas isso nem sempre acontece.

Algumas estatísticas:
O Brasil é o sétimo país mais violento do mundo.
Em 70% dos casos, o agressor é o marido ou companheiro da vítima.
Quase 4,5 mil mulheres foram mortas em 2010.

Nesses 30 anos, foram 92 mil assassinatos.

São 20 mil mulheres (59% das 32 mil que relataram casos de violência no primeiro semestre de 2012).
Uma em cada quatro mulheres é vítima de violência extrema.

Uma em cada duas mulheres sofre assédio sexual durante a vida.

A cada dois minutos, cinco mulheres são agredidas no Brasil.

São dez mulheres mortas por dia no Brasil, todo dia. 

Em Minas são 280 denúncias a cada 100 mil habitantes neste ano.

São muitos casos de agressão física, aquela grave, que deixa realmente lesões, e até a morte dessa mulher o agressor xinga, ameaça, bate.

Muitos jovens não aceitam terminar o relacionamento, e mata a mulher para se vingar, ou para ela não ser de mais ninguém.

E as manchetes nos jornais? Diariamente, mas vejam só esta: Marido absolvido por matar a esposa durante o sono.

No “Caso Eliza Samudio” o goleiro Bruno só dia 07/03, confessou que mandou matar a namorada. Acho que eles resolveram adiar um pouco estas revelações para coincidir com o dia internacional da mulher.

Sua sentença: 22 anos de prisão pela morte de Eliza Samudio, sendo 17 anos e seis meses em regime inicialmente fechado.

"O réu achou que sumindo com o corpo a impunidade estaria certa", disse a Juíza Marixa Rodrigues.

defesa de Bruno disse que ele vai ficar preso por cerca de três anos.

Manoel Amaral

domingo, 3 de março de 2013

TRAFICANTES


TRAFICANTES I
Gato Gatuno
Ele desceu a rua com aquele andar característico todo seu, numa malemolência,  mais parecido com elegância de Mané Garrincha com o seu gingado ao chutar a bola ao gol.

No corpo esguio, o seu material de tráfico: serras, brocas, fone de ouvido, cartão de memória, celular, baterias e um carregador de telefone móvel.
Passava sorrateiramente pela portaria quando o guarda estava distraído.
Andava de cela em cela, transportando aquilo tudo como se tivesse uma sela no corpo.
Os presos pegavam o que era seu, dava-lhe um bom pedaço de presunto ou ração especial de carne e carinhosamente o colocava no caminho do corredor para as próximas entregas.
O visitante estranho teria sido descoberto por um agente penitenciário que achou o bicho antes de penetrar nas celas.

TRAFICANTES II
O Cão Pastor
O Pastor Alemão muito usado na luta contra o tráfico de entorpecentes, eficaz no resgate de pessoas acidentadas e um companheiro para todas as horas. 
Forte, veloz e resistente a grande caminhada e resistente à chuva e ventania. É um cão muito inteligente.
Desde pequeno este cão vivia nas imediações da cadeia, até que um dia um preso se tornou seu amigo e começou um trabalho experimental com ele.
Aquele cão era muito especial, um Pastor Alemão, que fora treinado para trabalhar a favor dos traficantes, com coragem, inteligência e combatividade.
Compraram uma coleira onde foi adaptado um pedaço de cano de PVC curvo com  50 cm e tampão dos dois lados.

Primeiramente o preso ensinou para ele que deveria entrar e sair da prisão sem ser percebido e ir até um determinado local próximo  a uma matinha, cerca de 100 metros.

Em contato com outro ex-detento, ficou combinado que receberia o cão, daria um bom bife e mandaria ele de volta.

Ele fez tudo direitinho. Na segunda vez o traficante encheu o tubo de drogas e mandou o cão levar para cadeia. Foi um sucesso.

Assim o cão serviu aos presos por muito tempo. Até que um dia ele desapareceu.

Foi visto nas imediações da praça da cidade com uma linda cadela.

TRAFICANTES  III
Pombo-Correio

Aquele preso criava pombos antes de ser preso e conhecia tudo sobre o assunto.

Matutando por ali, tentando pegar um pouco de raios solares, viu uma ave pousar no beiral da janela de sua cela.

Pegou-a, deu-lhe o que sobrou de sua marmita do almoço. Examinou bem os seus pés e bico,  ficou sabendo que era um pombo-correio. Daqueles que enviam mensagem carregando na patinha um anel de metal.

O pombo voltara a sua janela na manhã seguinte, teve uma brilhante ideia que começou colocá-la em prática de imediato.

Entrou em contato com um amigo que morava na cidade, explicou-lhe a maneira de como poderiam trabalhar juntos.

Mais vezes a ave apareceu por ali e sempre procurava a cela do “Carrancudo”.
Mas como fazê-lo chegar até ao destino traçado pelos dois?
Procurou um pombal ali por perto e ficou de olho, se o tal pombo, que estava devidamente marcado aparecia por lá. Deu sorte, ele pertencia mesmo aquele criador.

Combinou com o proprietário que usaria a ave, por uns dias experimentalmente, para enviar mensagens. O dono deu-lhe muitas informações, disse que o pombo-correio tem uma "bússola natural", formada por partículas de magnetita no bico. Orientam-se pelo sol.

Informou ainda que eles possuem uma visão privilegiada que permite localizem pontos de referência com facilidade.

Aí começou o transporte de cocaína nos tubos de metal dos pés da ave. Estava dando tudo certo até que um dia o coitado do pombo-correio foi abatido por um atirador de elite que treinava da janela de seu apartamento.

TRAFICANTES IV
Tatu Galinha
Ele ficava na toca durante o dia e saia a noite para alimentar-se e cavar buracos.

Aquele Tatu Galinha um animal devorador de larvas de insetos (formigas, cupins, besouros), também comia pequenos  invertebrados  raízes, alguns vegetais e frutos, estava fazendo seu buraco.

Ali tinha muitas formigas e gostosas raízes e ele foi seguindo chão adentro, quando já tinha cavado bastante resolveu subir para ter uma posição de onde estava.

Viu umas telas, um muro muito alto e umas construções. Pensou: -- Vou voltar logo. Isso aqui boa coisa não deve ser!

Estava num presídio. Voltou para o seu buraco bem longe dali.

Acontece que um preso passava por ali e viu aquele buraco que passava por baixo do muro. Na noite seguinte cavou um pouco, alargando aquele buraco.

Na outra noite conseguiu sair e embrenhou-se no mato, até encontrou um tatu que saiu em disparada.

Manoel Amaral