segunda-feira, 27 de agosto de 2012

B. CASSIDY & S. KID - IV


B. CASSIDY & S. KID - IV

Os Terroristas

Os nossos amigos não sabiam que a polícia já tinha fotos de Pretta que agia em atitude suspeita dentro do banco e tudo foi registrado pelas câmaras de segurança.

Cassidy, mais esperto, pensou em entrar no fim do dia, quando os funcionários estivessem saindo, o que facilitaria o controle da ação e a fuga.

Estudadas todas as possibilidades, acharam melhor entrar mesmo à noite. 

Aqueles dias de heroísmo acabaram, agora era melhor tomar mais cuidado.

Alugaram uma casa próxima ao banco, compraram alguns macacões azuis, de instaladores de TV a cabo e trabalharam a noite inteira, serrando as grades de uma  das janelas dos fundos do banco. Deixando a mesma presa apenas pela parte superior, de maneira que a hora que fossem usá-la era só puxá-la para cima e a entrada ficaria fácil.

Estudaram os sistemas de alarme e a possibilidade de desligá-los, mas não era tão fácil assim.

Resolveram entrar assim mesmo, retirar o dinheiro dos caixas eletrônicos sem explosões, apenas usando maçarico.

Vieram na noite de quinta feira, retiraram o dinheiro mas na saída tiveram a surpresa de encontrar com soldados da polícia boliviana que foram avisados pelos alarmes por detectores de presença de infravermelho.

Refeito do susto dobraram a esquina e entraram no carro que já estava ligado.

O motorista era um cara experiente e conhecia todos os caminhos daquela região. Foi logo saindo para periferia e atingindo a rodovia principal.

Aquele não era um dia de sorte, mais adiante, num entroncamento havia novos policiais a espera dos assaltantes do banco.

José tomou um desvio, estrada de terra e partiu para o meio da floresta.

Manoel Amaral

Nenhum comentário:

Postar um comentário