sexta-feira, 10 de dezembro de 2010

OSVANDIR E A GUERRA CIBERNÉTICA

OSVANDIR E A GUERRA CIBERNÉTICA



As ações numa guerra cibernética visam quebrar a
disponibilidade, confidencialidade e integridade dos
sistemas críticos e do poder central, causando perdas
econômicas e descrédito no governo
”.
IBTA - Instituto Brasileiro de Tecnologia Avançada.


Osvandir estava para fazer uma viagem para o exterior quando estourou a guerra cibernética entre governos e a WikiLeaks. Vários computadores foram invadidos e alterados para projetar ataques a órgãos do Governo Americano.

Foi aí que ele descobriu que fora envolvido na trama diabólica dos mentores da Guerra. O seu computador não respeitava mais aos seus comandos. Quando qualquer texto era digitado aparecia uma mensagem no monitor: “PC requisitado para ajudar no ataque a vários órgãos públicos do mundo inteiro.”
Um técnico foi chamado para ver possíveis problemas na máquina, mas disse:

-- O seu PC está infectado por um vírus denominado Stuxnet, que pode fazer praticamente tudo que deseja no computador utilizando duas vulnerabilidades “zero day”.

Osvandir foi pesquisar para entender o que seria isso e encontrou na Wikpédia o seguinte: “Stuxnet é um worm de computador específico do sistema Windows descoberto em junho de 2010 pela empresa bielorrussa de antivírus VirusBlokAda. O Stuxnet é capaz de reprogramar CLPs e esconder as mudanças.” (Wikipédia)

Em computação um Worm, (verme, em português) é um programa auto-replicante, semelhante a um vírus. Stuxnet é um protótipo em operação de uma arma cibernética que levará a criação de uma nova corrida armamentista no mundo.

"Ele não foi criado para roubar dinheiro, enviar spam ou para se apoderar de dados pessoais. Ele foi criado para sabotar fábricas, para prejudicar sistemas industriais. É aí que está a diferença e o marco para um novo mundo. A década de 90 foi marcada pelos vândalos cibernéticos e os anos 2000 pelos criminosos cibernéticos. Agora estamos entrando na década do terrorismo cibernético, com armas e guerras virtuais", acredita Kaspersky..

Ele é capaz de:
Deixar um país às escuras ou sem comunicação durante horas.”
“O emprego maciço de todos os recursos e meios disponibilizados com o uso das redes de computadores
”.

Alvos vantajosos para uma guerra cibernética, segundo a importância das suas infra-estruturas, as redes de computadores e sistemas que gerenciam e controlam os serviços críticos de:
a. Redes de Telecomunicações;
b. Energia Elétrica;
c. Saúde Pública, Emergência e Água potável;
d. Sistema Financeiro;
e. Redes de Comando e Governo
.

Na guerra cibernética, permitem ao atacante o emprego maciço de todos os recursos e meios disponibilizados com o uso das redes de computadores. As ações numa guerra cibernética visam quebrar a disponibilidade, confidencialidade e integridade dos sistemas críticos e do poder central, causando perdas econômicas e descrédito no governo.” IBTA (Instituto Brasileiro de Tecnologia Avançada).

Todos os fatos mencionados acima indicam que o desenvolvimento do Stuxnet foi, provavelmente, apoiado por uma nação-estado, que possuía fortes dados de inteligência à sua disposição”, informam os principais jornais do mundo. "

Os principais portais da internet ficaram sobrecarregados. Nada estava funcionando direito.

A passagem aérea do Osvandir foi cancelada, sem a sua solicitação. A escalada da guerra informática contra todas as companhias que lhes negaram os meios de financiamento do site.

Fóruns foram criados e reuniram milhões e milhões de participantes, todos empenhados em atingir os Cartões de Crédito, que tiveram um prejuízo de milhares de dólares.

Agora a polícia anda atrás do autor de toda esta confusão. Dizem que ele teve problemas com duas garotas na Suécia para tirar o assunto do foco, coisa típica de vários governos.

Aí entrou no jogo o Lammer (do inglês Lamer = fraco, desabilitado), que sem saber ajudou na guerra cibernética. Na realidade o Lammer é uma cara que pensa que é hacker, mas na verdade ele não é nada, é um bobão que está sendo dominado pelo esquema da cibernética.

Quando Osvandir pensou que o susto maior havia passado, novos ataques surgiram na onda do WikiLeaks; os anúncios com vírus:
-- Você acaba de ser premiado com um Celular, clique aqui e faça a sua escolha.

Na pressa o cidadão inocente acaba clicando e levando aquele chumbo grosso. Agora sim, a sua HD deverá ser substituída ou formatada e os seus arquivos foram todos para o beleléu.

Todo cuidado é pouco porque os vírus estão todos por aí, procurando só uma brechinha par penetrarem e causar o maior estrago possível.

Manoel Amaral
COPIEM E DIVULGUEM, ESTE TEXTO PODERÁ SAIR DO AR A QUALQUER MOMENTO!

Nenhum comentário:

Postar um comentário