segunda-feira, 10 de maio de 2010

O CRIME DA MALA

“O mais puro insólito” (Cleosmar, primo do Osvandir)


O corpo daquela mulher já cheirava mal. Estava acondicionada numa velha mala, na zona Sul do Rio, num canal de escoamento de água e esgoto.

Funcionários da Prefeitura estavam realizando a limpeza no local e viram aquela mala na água.

Era um corpo de mulher, todo cortado em pedaços.
Seu nome: Íris Bezerra de Freitas, de 21 anos.

O Delegado trabalha com a hipótese de crime passional e o principal suspeito é o seu ex-marido Rafael da Silva Lima.

A morte parece que teria sido causada por uma briga do casal.

Vendo esta notícia no jornal, Osvandir lembrou de uma história sobre outro crime da mala, acontecido em 1928, conforme seu avô contava.

“Aconteceu em São Paulo, sendo protagonistas Giuseppe Pistone e Maria Mercedes Fea Maria, que ao completar 21 anos, casaram-se, imigrando para o Brasil no navio Conte Biancamano. “

“Trabalhava na casa de salames e vinhos de seu primo Franceso Pistone em São Paulo, Giuseppe recebe deste uma proposta de sociedade. Sem o capital necessário, escreve um telegrama à sua mãe Marcelina Baeri, na Itália, pedindo um valor equivalente a 150,000 contos de réis, parte de uma herança deixada por seu pai.”
– dizia um jornal da época.

Descobrindo todo seu plano de extorsão, resolve escrever para sua sogra, mas foi descoberta a carta e Pistone sufoca a esposa com um travesseiro. Ela estava grávida de uma menina.

“Sem saber o que fazer com o corpo, decide ocultá-lo em uma mala, seccionando o joelho com uma navalha e quebrando o pescoço para que o cadáver coubesse na mesma. Usando endereços e nomes falsos, remete a mala à "Francesco Ferrero", em Bordeaux, França, através do navio Massilia”.- informa uma revista.
Foi condenado a 31 anos de prisão, por homicídio e ocultação de cadáver. Alegou ter cometido o crime por encontrar sua esposa com um amante no apartamento do casal, sua pena é comutada para 20 anos de prisão. Faleceu em 28 de junho de 1956
“O episódio inspirou a realização de um filme, O Crime da Mala. Dirigido por Francisco Madrigano, foi lançado em 31 de outubro de 1928. O assassinato foi também tema de um episódio especial do programa Linha Direta, exibido em 2 de junho de 2005.”
Fonte: Wikipédia (O Crime da Mala de 1928)

Nenhum comentário:

Postar um comentário