sábado, 6 de março de 2010

OSVANDIR E O SUMIÇO DE LOURENÇO

A ABDUÇÃO


“Abdução Alienígena é o nome que se dá ao seqüestro e
abuso físico de seres humanos por criaturas do espaço exterior.”
Edson Aran


Ele chegou dizendo que viajara para muito longe. Que sofrera muito. Eles o pegaram, colocaram num carro esquisito, triangular, todo verde escuro, com faróis muito possantes e emblemas desconhecidos. Um enorme círculo e um traço horizontal cortando-o ao meio.

Informou que de tanto tomar uma espécie de choque, ficou com o braço esquerdo paralisado. Uma luz forte impedia que ele visse melhor quem eram os agressores. Continuou explicando para Osvandir:

“Foi em maio de 1970, logo depois das festas de Nossa Senhora, aqui no povoado. Acordei assustado, vi uma luz muito forte, achei até que era farol de caminhão. Abri a porta e alguma coisa acertou minha cabeça. Não vi o que era. Fiquei imóvel por muito tempo, perdi os sentidos. As vozes eram muito agudas e pareciam que estavam arranhando uma lata ou mesmo um barulho de TV quando está fora do canal. Quando acordei estava todo banhado em suor.”

Lourenço continuou contando aquela história incrível:
“Acho que fiquei muitos dias desaparecido, não sei dizer. Parece até que voei muito alto. Mostraram-me coisas que nunca vi na vida. Equipamentos bem polidos, brilhantes. Veículos voando por todo lado, sem gasolina, álcool ou qualquer outro combustível conhecido. Passei um bom tempo com dor de cabeça, náusea e tontura. Perdi uma parte da visão. Nas pontas dos meus dedos apareceram estranhas perfurações. Estive num local onde existia uma espécie de hospital, coisa muito fina, chique. Não se via nada fora do lugar. Tudo muito branco, camas e macas muito aperfeiçoadas. Ali os médicos tinham pouco trabalho, as máquinas faziam a maior parte dos serviços. Telas gigantes refletiam imagem de todo o corpo do paciente.”

Fora deixado em outro estado, sem referência nenhuma. Ficou perambulando por várias cidades. Perdera o rumo de sua terra natal.

Assim que chegou em casa foi considerado um louco que havia sido torturado pelo regime militar.

A família procurou um advogado, que após pesquisar o caso, entrou com uma ação de indenização por danos materiais e morais.

Hoje recebe uma pensão mensal no valor de vários salários mínimos.
Dizem que no seu caso houve perseguição política, prisão e tortura.


Não existe prova de que Lourenço foi abduzido por extraterrestres, mas também ninguém descarta tal hipótese.

MANOEL AMARAL
www.afadinha.com.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário