quinta-feira, 7 de maio de 2009

OSVANDIR E A GRIPE SUINA (A)


Capítulo II
O PÂNICO

“Mesmo depois de tudo que os cientistas aprenderam sobre a gripe,
desde a catastrófica pandemia ocorrida entre 1917 e 1919,
uma coisa continua a mesma: a natureza previsivelmente
imprevisível dos vírus responsáveis por ela.”


Já dizia o avô do Osvandir que o medo é o nosso pior inimigo. Mas a boataria sobre o México continua em todos os jornais do mundo, sem dó nem piedade.
Muitos desejam mesmo é o pânico, com objetivos financeiros, é claro!

O povo simples, com a D. Maria, no seu dia-a-dia, não encontra mais no mercadinho os produtos que deseja.

A internet já está explorando os incautos internautas, vendendo remédio contra a Gripe A, em sites clandestinos.

“O que se vê são pessoas assustadas lotando postos de saúde, buscando vacinas e estocando máscaras e remédios.”


“O pânico assume dimensões preocupantes e se configura uma urgência psicológica.”
“A grande maioria das pessoas, cerca de 70%, fica como que letárgica, sem reação, sem orientação.”

“O imaginário popular se contamina muito rapidamente. As pessoas acabam desenvolvendo um comportamento coletivo neurótico que não ajuda em nada”, “Comportamento exagerado de pânico e de fantasias mais catastróficas como a da humanidade ser dizimada” conforme alerta Juliana Borges.

Osvandir segue seu destino para “uma comunidade da região montanhosa do centro do México, no estado de Veracruz, é suspeita de ter gerado o surto do vírus da gripe suína que afeta todo o país, como denunciam seus habitantes e rejeitam as autoridades locais.”

E ele leu mais na internet: “O ministro da Saúde mexicano, José Ángel Córdova, considerou que não seria correto querer culpar por esses casos a comunidade de La Gloria, onde existe uma grande exploração de porcos.””No entanto, foi descoberto que outro menor contraiu o vírus da gripe suína e sobreviveu, no que seria o primeiro caso da doença no país.Segundo a empresa de consultoria americana Veratect Consulting, que realizou estudos sobre esses casos, um deles correspondia à influenza suína: o de uma criança de quatro anos chamada Edgar Hernández.” (Bol Notícias)

Vide o vídeo:

http://www.youtube.com/watch?v=_zKJUO9XCms&feature=related

A comunidade procurada por Osvandir fica localizada no Estado de Veracruz é La Gloria. Possui apenas uns 3.000 habitantes, localizada entre montanhas.

O foco principal da doença, a própria população sabe, são algumas fazendas de criação de porcos que existem na região.

O fedor se espalha por dezenas de metros da região. Deve estar tudo contaminado, o ar, a terra, os porcos, o milho, a ração, a água...

No início de março algumas crianças começaram a sentir alguns sintomas parecidos com os da gripes, é o que diz alguns moradores da região, quando foram entrevistados por Osvandir.

Algumas delas sofriam de problemas respiratórios que foram agravados com outros sintomas da gripe.

João Manuel, um dos moradores daquelas redondezas diz o seguinte:
__ Há anos somos incomodados por terríveis cheiros vindos da fazenda.

Os donos da fazenda dizem que os animais estão todos vacinados e seguem todas as regras sanitárias do município e as leis federais. Afirmam que os fiscais sanitários não encontraram nada de anormal na sua criação de porcos na sua última visita.

Até Barack Obama, o presidente dos EUA, já disse:
"it's not a case for alarm, but it's a case for concern": (“não há razão para alarmes, há razão para preocupação”).

Mas o povo do mundo inteiro está alarmado e muito preocupado.

A preocupação é tanta que um Prof. João Vasconcelos Costa, Doutor e agregado em Medicina (Microbiologia), de Portugal disse que: “Os vírus hoje viajam de avião, trata-se de um tipo de vírus contra o qual há dezenas de anos que não há qualquer resistência imune, nem há vacinas rapidamente disponíveis.”

Osvandir ficou sabendo mais ainda quando leu o blog do cientista:
“Já imagino o que vai haver por aí de pânico em relação ao consumo decarne de porco! Mesmo que a gripe fosse suína, não era pela carne que se transmitiria. Mas, como chamei a atenção, "suína" é neste caso umareferência enganosa, tem a ver só com a origem. Quem a vai ter são oshumanos, não os pobres suínos.”

O site do Professor tem vários artigos sobre a gripe e num deles diz:
“Todas as grandes pandemias de gripe tiveram origem no porco, como esta (em alguns casos, como agora se esperava, na Ásia, com passagem prévia das aves para o porco): a espanhola, a asiática, a de Hong Kong.”

“O que aparece é um novo vírus humano - insisto, humano, transmissível de homem a homem - com origem no porco mas no outro lado do globo, no México. Também não é um H5N1 e por isto, como eu e muitos escrevemos na altura, era tolice investir em vacinas contra um vírus que ninguém sabia o que viria a ser - mas sim um H1N1, desaparecido da história da virologia há quase um século. Foi o tipo de vírus que causou a terrível pandemia de 1918, a espanhola, que matou mais gente na Europa do que a guerra mundial que tinha terminado pouco antes.”

É melhor todos irem direto para a página do citado Professor:
http://jvcosta.planetaclix.pt/moleskine.html#10

E bom fim de semana!

MANOEL AMARAL



FONTE DE PESQUISAS

http://g1.globo.com/Noticias/Ciencia/
http://www.jornalotempo.com.br/
http://www.uol.com.br/
http://volperine.multiply.com/
http://www.carlosbracho.com/
The Guardian e da AP
João Vasconcelos Costa ( Portugal). Peste Suína
http://jvcosta.planetaclix.pt/moleskine.html#10
Atila Lamarino, Doutorado em evolução de HIV-1.
Eliana Márcia Martins Fittipaldi TORGA, www.defesacivil.mg.gov.br
Jared Diamond – Livro: Armas, Germes e Aço - Os Destinos das Sociedades Humanas (Veja outros livros deste autor)
Reinaldo José Lopes – Globo – Pestes Animais
Arsénio de Pina - www.asemana.cv/ - Gripe A
http://realidadeoculta-novo.blogspot.com/
portal.Saude.gov.br - Muita Informação para viajanteshttp://www.vaicomtudo.com/2009/04/gripe-suina-sintomas.html -Sintomas Gripe

Nenhum comentário:

Postar um comentário