quarta-feira, 8 de abril de 2009

JADIR AMARAL DOS SANTOS

JADIR AMARAL DOS SANTOS
... La douceur de vivre et s'il va ...


Estava em Paris, tomando um cafezinho no Bienvenue au Delaville Café, ali no 34, Bolevar Bonne Nouvelle, quando viu um rapaz com camisa do Cruzeiro, time de Minas; como era cruzeirense, quis logo saber quem era.

Achou interessante que o rosto parecia-lhe muito familiar. Perguntou-lhe o nome da família o outro respondeu que era da família dos Guimarães e que também era torcedor do mesmo time.

Conversa vai, conversa vem, ficou sabendo que aquela pessoa era brasileira, perguntado sobre o estado de origem, disse-lhe que era de Minas.

Aprofundando mais as origens, tomou conhecimento que era de Belo Horizonte e que sua família era de São Gonçalo do Pará-MG.

__ Mundinho pequeno esse, falou Jadir. Eu moro em Divinópolis mas nasci em São Gonçalo do Pará, família Amaral.
__ Conhece Zezé Perrella? Somos amigos.
__ Conheço demais, mas não votei nele para Deputado!

Ele era assim, muito franco e não gostava de falar do passado. Era otimista por natureza, só falava de coisas positivas.

Vivia intensamente o resto de seus dias. A última mensagem que me enviou pelo computador dizia que tinha viajado para Fortaleza para ficar 15 dias dançando forró e aproveitando a vida.

Deixou todos os filhos, formados e bem encaminhados na vida.
A última vez que conversamos foi ali na esquina da Rua Rio de Janeiro com Antonio Olímpio de Morais, quando vinha da sua aula de inglês. Ele me disse que se morresse no outro dia já tinha aproveitado bem a vida.

Assustei, ainda fazendo curso de inglês? Perguntei. Ele disse que viajaria para os Estados Unidos no mês de maio e já estava com as passagens compradas.

Este é o Jadir Amaral dos Santos, meu adorado sobrinho, que acabou de ser enterrado hoje.

Manoel Amaral
06/04/2009

2 comentários:

  1. Oi. Blz?
    Esta história é verdadeira?
    Fiquei na dúvida.
    Abraços para vc

    ResponderExcluir
  2. E verdadeira e ele era nosso muito amado pai!
    Viria aos EUA aquele maio para o meu noivado...
    Como disse Tio Manoel : "era uma pessoa otimista por natureza".
    E saudade que machuca tanto....

    ResponderExcluir