terça-feira, 26 de fevereiro de 2008

OSVANDIR E OS UFOS EM FOZ DO IGUAÇU II

VIVENDO UM GRANDE AMOR – Capítulo II

Imagem Google

Capítulo anterior: Leia através do link:
http://osvandir.blogspot.com/2008_01_01_archive.html

No amplo corredor, esbarrou numa bela jovem de cabelos ruivos, lisos e olhos verdes. Meio sem jeito, os dois falaram ao mesmo tempo:
-- Desculpe-me.
-- Desculpe-me.
-- Você está hospedada aqui?
-- Sim, vim com o pessoal da UFMG.
-- Eu também. Quer vir tomar um café comigo?
-- Claro!
-- Qual é o seu nome?
-- Clarinda, e o seu?
-- Nome bonito o seu. Meu nome é Osvandir. Você está cursando que ano?
-- 3º ano de Arqueologia e você?
-- Mesmo? Eu também, curso Ufologia.
-- Quantos anos você tem?
-- 25 anos e você?
-- Quantos anos você acha que eu tenho?
-- Huum... 20 anos.
-- Hihi! 22 anos.
-- O que você faz?
-- Sabe aquela loja lá em Divinópolis, chamada Ark, conhece?
-- Conheço.
-- Então, trabalho no escritório com minha mãe, eu que dei a idéia desse nome para loja, lembra arqueologia, não é?
-- É legal. O que você vai fazer hoje?
-- Ah! Eu estava indo procurar informações sobre os UFOS daqui deste município, mas posso deixar para depois.
-- Eu já encontrei algumas informações com um ufólogo chamado Marcos, nós marcamos um passeio perto das cataratas para amanhã, se você quiser pode vir conosco.
-- Ah! Quero sim!
-- Qual que é o número do seu apartamento? Eu passo lá na hora que eu estiver indo.
-- 502.
-- Ok! Lá pelas 7 horas passo lá. Você quer vir comigo na loja de roupa? Minha mala foi trocada por uma mala de mulher.
-- Que coincidência, a minha também!
-- Quem sabe a mala que está lá no meu quarto, cheia de calcinhas de rendinhas, é sua?
Clarinda toda vermelha, diz para Osvandir:
-- Ah é mesmo! Quem sabe a mala que está no meu quarto, cheia de cuecas samba canção, é a sua?
-- Vamos até o meu quarto para ver se a mala é sua?
-- Vamos.
Passado alguns minutos, após chegarem ao quarto do Osvandir, para surpresa de Clarinda, a mala era mesmo a sua. Guardou todas as peças que estavam espalhadas pela cama e convidou-o para buscar a sua em seu quarto.
-- Nossa! É a minha mesmo. Mas que coincidência. Também fomos comprar malas perfeitamente iguais, veja só.
Depois de solucionado aquele incidente, Osvandir foi preparar-se para o jantar no restaurante internacional Rafain.
Tomou seu banho, colocou um terno bem bonito, passou perfume e foi buscar Clarinda em seu quarto. Chegando lá Clarinda não estava pronta ainda, pediu que Osvandir entrasse. Osvandir sentou-se no sofá e começou a ler o folheto do hotel. Passado muitos minutos Clarinda finalmente ficou pronta, estava com um belo vestido dourado e um perfume francês muito gostoso. Deram as mãos e foram jantar.

PREMONIÇÃO - Capítulo III
"A melhor maneira de predizer o futuro é inventá-lo" 
Peter Drucher

O jantar estava muito bom, conversaram a noite inteira, tomaram um bom vinho, e comeram uma excelente carne de carneiro com legumes e frutas.
Já era tarde e eles estavam começando a ficar com sono. Osvandir deixou Clarinda em seu quarto e foi dormir.
Às sete horas da manhã o despertador tocou, Osvandir levantou-se, escolheu sua roupa e foi tomar banho, passou no quarto de Clarinda, ela já estava esperando-o, então foram para o belo passeio nas cataratas. Chegaram lá e Marcos já estava esperando-os, o ufólogo começou a contar e mostrar onde, como, quando ocorreram os ufos, Osvandir foi gravando e anotando, Clarinda filmando e fotografando.
O tempo estava passando e já estavam quase terminando a entrevista, quando de repente surgiu uma grande bola com uma luz muito forte, era um ufo!
Marcos tomou a câmera de Clarinda e saiu correndo para tentar filmar e sem querer empurrou Osvandir mais para perto de Clarinda, Osvandir estava prestes a dar seu primeiro beijo quando o telefone toca.
Osvandir, acorda assustado: não tem ônibus, nem hotel, nem Clarinda, foi tudo um sonho. O que restava a fazer agora era atender ao telefone. Era da universidade lembrando-o que as treze horas ele deveria estar no campus esperando o ônibus da viagem para Foz do Iguaçu.
Osvandir se arrumou e foi para o local, quando estava chegando lá, esbarrou com numa bela jovem de cabelos ruivos e olhos verdes!
-- Qual é o seu nome?
-- Clarinda...

THE END.

Letícia Maia

sexta-feira, 22 de fevereiro de 2008

OSVANDIR E O ÓVNI SUBTERRÂNEO

ÓVNI SUBTERRÂNEO DE CONTAGEM TENTA ABDUZIR CARRETA

http://n.i.uol.com.br/ultnot/album/080218_f_026.jpg?ts=20080218150904

Carreta de 20 toneladas fica presa na BR-381, no município de Contagem (MG)

Nosso amigo Pepe Chaves deve estar com muito trabalho investigativo, afinal o Ovni subterrâneo de Contagem fez outra peripécia, desta vez tentando abduzir uma carreta da marca Volvo.

Testemunhas disseram que o chão começou a tremer abaixo da carreta que encontrava-se estacionada. "Tudo aconteceu por volta das 3 da manhã", disse o caminhoneiro que não quer se identificar, "estava eu dormindo na boléia do meu truck quando acordei para tomar água, depois só senti o baque e ví luzes saindo do chão e indo para o céu, no local ficou um forte cheiro de cana e esgoto, foi terrível, voltei para a boléia e só saí de lá as 5 da manhã quando a imprensa já estava aqui fazendo barulho".

O ufólogo Osvandir acompanhado de Pepe Chaves correram para o local mas nada constataram além do buraco. De acordo com as análises feitas por especialistas, isso não pode ter sido causado por fenômeno da natureza, tampouco vento ou furacão. Osvandir em entrevista à imprensa diz que pelo tipo de ocorrência, tudo leva a crer que se trata do mesmo Óvni que na semana passada provocou uma cratera na esquina da rua Tibre com rua Mantiqueira, ele também avisa que é bem provável que os Ets de outra galáxia, do tipo Grey, estivessem interessado mesmo em abduzir a enorme carreta, porque acredita-se que de tanto eles levarem cana-de-açúcar da Terra para seu planeta, agora estejam precisando de um caminhão para transportá-la para o alambique visto que em seu planeta avançado talvez não existem tal veículo rodoviário.

Osvandir informa que amanhã no final da tarde chegará o primeiro laudo técnico vindo de Campinas com o resultado da análise feita da "gosma vermelha" retirada da cratera da semana passada, "estamos apreensivos", comenta ele.

Os moradores estão apavorados pensando qual será a próxima façanha do Óvni subterrâneo de Contagem que está colocando em polvorosa a pacata cidade próxima à Belo Horizonte. Especialistas sugerem que as pessoas escondam dentro de casa cães, gatos, vacas e galinhas, pois podem ser os próximos alvos.

Pelo que parece a febre ufológica de Riolândia está contagiando todo o Brasil.

Abraços

Osvandir - Fábio Araxá

segunda-feira, 18 de fevereiro de 2008

OSVANDIR E O UFO EM CONTAGEM



CRATERA EM CONTAGEM (MG) PODE SER OBRA DE OVNIS

Exclusivo Ufovia
Por Osvaniel Vieira Nicolai (irmão do Osvandir)

Uma imensa cratera abriu-se na Rua Rio Mantiqueira, esquina com Rua Tibre, em Contagem, Minas Gerais, nesta quinta-feira. Técnicos do INANOR (Instituto Nacional de Anormalidades) disseram que nenhum tipo de vento ou efeito climático poderia provocar tal cratera.


Um padeiro que trabalhava na esquina do ocorrido diz que por volta das 3 da madrugada resolveu tirar uma soneca enquanto a massa crescia. "Foi asssutador, acordei para tomar uma pinga quando de repente ouvi uma explosão seguida de forte solavanco. Corri para a janela e observei uma luz branca saindo do chão e indo para o céu. O pessoal da pensão do outro lado da rua também presenciou o objeto que sumiu no céu" - revelou o padeiro que não quer se identificar.

O que mais chamou a atenção do público foi que dentro da cratera foi encontrado um estranho tubo feito de terracota um material muito usado pela antiga população da Atlântida.

Um renomado ufólogo de fama internacional o Prof. Osvandir, chegou ao local, munido de ampla variedade de instrumentos de medição. Testemunhas foram ouvidas e o local foi investigado, levando a crer que se trata claramente de um fenômeno extraterrestre. Osvandir defende a tese que o objeto subterrâneo vindo de outra galáxia, estaria sob a cidade de Contagem em uma missão designada por Ets do tipo Grey, que procuravam a casa do ufólogo Pepe Chaves e assim aniquilá-lo.

Pesquisadores rivais especializados em seres extraterrestres que habitam tubulações de esgoto antigas, dizem que grande parte da população é manipulada telepaticamente por estes seres, que durante a noite emitem raios Z embaixo das casas, provocando pesadelos e premonições apocalípticas. Segundo eles "a finalidade deste seres ainda é desconhecida, porém alguns creem que se trata de operações híbridas, usando tecnologia meio homem, meio ET, e que militares malvados ligados a CIA operam em cumplicidade. "

A outra testemunha, o proprietário da pensão ao lado da padaria, fugiu do local, deixando apenas um recado à imprensa revelando que foram caçar siriemas de canavial na cidade de Rilópolis e que devido à um voto de pobreza, não quer tirar proveito do assunto.

Pepe Chaves a convite de Osvandir iniciaram procedimentos quase-cientificos de recolha de evidências e dizem em primeira mão, que ao lado da cratera foi encontrada uma secreção vermelha, parecida com sangue humano, o que pode ser indício de que os Ets estariam transportando sangue para semear uma raça híbrida em outro planeta, composta por seres dotados de dons carnavalescos e futebolísticos.

Acima: Foto da estranha gosma vermelha presente no local.

A cratera está atraíndo pregadores e fiéis que começaram na manhã de hoje, a acender velas no local dizendo que isso é o sinal do ínicio da invasão alienígena tão esperada desde 1976 pela seita "Os Borboletas Azuis". Por outro lado, céticos são categóricos que isso não passa de um efeito natural, onde gases pressurizados do esgoto residencial proveniente de fezes e outros detritos, produzem o rompimento do tubo central e por consequencia, a expansão da malha asfáltica.

Para rebater, a imprensa local diz não ter encontrado sinais de fezes espalhados ao redor, o que coloca por terra a teoria dos invejosos céticos, que na realidade, não passam de "intrustupsentes que saem ao quatro cantos arrotando galhofas", disse um pesquisador da séria revista ufológica DISCO.

Especialistas em código da Bíblia colocaram o termo CONTAGEM traduzido para o hebreu e ficaram chocados com o resultado: diversos anagramas ao lado surgiram do texto com as palavras "sinal", "espaço" e "profecia". O paranormal alemão Dr. Kuntz Kaputnik observa que pelo fato do fenômeno ter ocorrido em Contagem pode significar que estamos vivendo uma CONTAGEM REGRESSIVA rumo à um contato final.

Pepe Chaves e Osvandir captaram as amostras do suposto sangue humano e enviaram para um laboratório de ciências avançadas na cidade de Campinas, que desde já colocou seus fantásticos cientistas de prontidão. Temendo ser atacado por seres cinzentos, Pepe Chaves acendeu diversos defumadores em sua casa, em especial no banheiro.

Nas próximas horas teremos revelações sobre a amostra vermelha encontrada e outras novidades sobre o mais novo caso da ufologia brasileira apelidado de "O CASO CONTAGEM".

Abraços

Osvaniel - o irmão do Osvandir

sábado, 16 de fevereiro de 2008

OSVANDIR E AS CHUVAS ESTRANHAS



CHUVA DE SANGUE

Até 27 de fevereiro de 1903, grande quantidade de matéria, vermelha como sangue, caía na Bélgica, Holanda, Alemanha, Suíça, Austrália, Inglaterra, Oceano Atlântico, Áustria, Canárias e na Rússia sendo que em alguns casos quase toda a matéria era orgânica, aproximadamente dez milhões de toneladas.

CHUVA DE PEIXES VIVOS

Em um dia claro e quente de maio do ano de 1956, peixes vivos precipitaram-se do céu em uma fazenda em Chilatchi, Alabama, EUA. Testemunhas disseram ter visto os peixes caírem de uma certa nuvem que se formou a partir de um movimento espiralado "vindo do nada".

CHUVA GELATINOSA

Em agosto de 1994, a cidade de Oakville, em Washington recebeu uma chuva de uma substância gelatinosa, transparente que cobriu o lugar de aproximadamente 640 habitantes. Um oficial de polícia teve que parar a viatura pois a substância era viscosa e começou a 'colar' no pára-brisa impedindo a visão. No dia seguinte, caiu doente.

CHUVA DE PETRÓLEO

Chuva no deserto? Isso aí, e também não consegui entender. O ponto final foi à chuva de petróleo que caiu sobre os soldados na Guerra do Golfo. Eles ficaram indiferentes mesmo sabendo que andavam e estavam encharcados de um produto altamente inflamável. A falta de conexão com a realidade abala ainda mais a força da narrativa.

CHUVA ÁCIDA

Chuvas em regiões muito poluídas podem carregar certas substâncias presentes no ar, provocando efeitos bastante danosos. Estas precipitações, que podem ocorrer sob a forma de chuva, geada, neve ou neblina, são chamadas de chuvas ácidas.
A chuva ácida pode contaminar o solo, as plantações, os rios e os lagos, que levam as substâncias venenosas trazidas da atmosfera até locais muito distantes de seu ponto de precipitação.

CHUVA DE PEDRA

Há cerca de uns 10 anos, caiu uma forte chuva de pedra em Nova Serrana-MG, destruiu até telhados de galpões industriais. A maioria dos carros foram danificados. Nunca se viu pedras de gelo tão grandes.

CHUVA DE PEIXES EM MINAS

Em fevereiro de 2007, CHUVA de PEIXES caiu em PARACATÚ-MG, esse fenômeno deveria ser melhor explicado. Várias pessoas presenciaram o fato.

CHUVA DE BALAS PERDIDAS

O Rio vive mais um capítulo (a chuva de balas perdidas que já fez mais de 30 vítimas inocentes em uma semana) da violência urbana que já dura há décadas.

CHUVA DE LIXO ESPACIAL

Fevereiro 2008 - Um grande satélite de espionagem dos Estados Unidos perdeu energia e propulsão, e poderá colidir com a Terra entre fevereiro e março, informam fontes do governo americano. Um foguete será lançado para destrui-lo, pois seus tanques de combustíveis contém substâncias letais.
CHUVA DE TRAFICANTES
1960/2008 - Uma chuva de traficantes continua caindo nas favelas do Rio e São Paulo e até hoje estão lutando contra a polícia.

CHUVA DE DINHEIRO

AGOSTO 2005 - Essa não caiu na rua ou na mão do povo. Ficou nas mãos de poucos privilegiados. É o caso do maior assalto a Banco no país. Até hoje não se sabe onde foi parar a maior parte do dinheiro.
Ladrões cometeram um assalto ao Banco Central do Brasil, em Fortaleza, no Ceará, entre 6 e 7 de agosto de 2005. Foi provavelmente um dos maiores assaltos a banco do mundo e o maior assalto a um banco brasileiro. A escavação demorou cerca de três meses.
Segundo a Polícia Federal, com base em estimativas a partir do peso das notas roubadas (3,5 toneladas), foram roubados aproximadamente R$164,7 milhões. As notas todas empilhadas daria uma altura de quase 33 km.

CHUVA DE TAPIOCA

Um político, com o seu cartão corporativo, pagou conta de tapioca.

CHUVA DE POLÍTICOS CORRUPTOS

Uma chuva de políticos corruptos caiu sobre Brasilia.

CHUVA DE BURACOS

Sem contar a dita chuva, uma grande quantidade de buracos estão atrapalhando os motorista que trafegam por nossas estradas.

CHUVA DE MOSQUITOS

Janeiro
2008 - Uma chuva de mosquitos da febre amarela abateu sobre o Estado de Goiás.

CHUVA DE DROGAS

Em Fevereiro de 2008 uma chuva de drogas de todas espécies caiu nas quadras, pistas, ruas e nos salões de bailes de carnaval do país.

CHUVA DE CARTÕES CORPORATIVOS

1998/2008 - Uma chuva de cartões corporativos foram distribuídos aos funcionários do primeiro escalão do Governo Federal, desde FHC e continuam dando problemas até hoje.

CHUVA DE CHAVES

Uma chuva de Chavez está sempre caindo na Venezuela.

CHUVA DE ÓVNIS

Janeiro/Fevereiro 2008 – Muitos óvnis já apareceram nos canaviais de Riolândia-SP.

CHUVA DE VOTOS

Fevereiro 2008 -Nos Estados Unidos uma chuva de votos caiu nas urnas, todos em favor do Candidato Obama.

CHUVA DE AGENTES

Muitos espiões internacionais estão envolvidos no roubo de documentos da Petrobrás. Dá até filme no estilo de James Bond.

CHUVA GELATINOSA

Uma forte chuva gelatinosa caiu sobre a cidade de Riacholândia. Osvandir foi investigar e encontrou uma avião caido no canavial, todo cheio de gelatina.

Manoel Amaral
www.afadinha.com.br

================================================
FONTE: O Osvandir faz questão de indicar as fontes de tudo que publica:
FORT, Charles. O Livro dos Danados. Trd. Edson Bini, Marcio Pugliesi. São Paulo, Hemus, 1978.
http://www.fenomeno.matrix.com.br/fenomeno_fenomenos_1_agua-peixe.htm
http://fortran.dec.uc.pt/~saag/chuvaas.htm
http://br.answers.yahoo.com/question/index?qid=20080127034420AAbcIPp
Perguntas Yahoo
WIKIPÉDIA
Cadernos de anotações do Osvandir


segunda-feira, 11 de fevereiro de 2008

OSVANDIR RESPONDE

OSVANDIR E AS CARTAS

1 – Gostaria de saber se por aí tem emprego pra gente. (André Quicé – AM)
R – Por todo lado tem emprego, basta querer trabalhar.

2 - Preciso de dinheiro emprestado, que você acha melhor: Banco ou Financeira?(João – MG)
R – Tudo é a mesma coisa. O melhor mesmo e pegar o dinheiro com parente

3 – Não consigo fazer comentário no seu Blog. JJ (Nordeste)
R – Por esta razão criamos o e-mail. Pode comentar aqui, osvandir.ovni@gmail.com

4 – O seu livro, onde encontro para comprar ( Mané Turé – RS)
R – Meu caro, ainda não publiquei nenhum livro, quem entende disso é o Manoel, ele já publicou livro impresso, em Xerox, em disquete, CD/DVD e agora manda por e-mail.

5 – Tinha um celular que explodiu e queimou a calça e minha bunda... (Mariazinha-CE)
R – Mas que bundinha quente, heim menina?

6 – Quero ser candidato a Vereador em 2008, o que você aconselha? (João do Coco-BA)
R– Primeiro muita coragem, segundo procure o Manoel que tem material atualizado.

7 – Ganhe R$1.000,00 por dia, trabalhando em casa... (Georgina – GO)
R - Vem não violão, se você tivesse ganhando isso por mês não estava escrevendo para gente...

8 – Perdi meu namorado, o que devo fazer? (Flor de Minas)
R – Aqui não é consultório sentimental, procure um psiquiatra .

9 – Mamãe não deixa eu usar o yogurt... (Pedro – To)
R – Não é yogurt meu filho, é Orkut.

10 – O que é Pai Anônimo? (Desesperado – RJ)
R – Existe muito pai anônimo por aí, imagino que você queira saber o que é parto anônimo, onde a mãe deixa a criança numa instituição para adoção.

11 – Fico a noite inteira na internet, vou dormir as 6 hs, fico na cama o dia todo. Minha mãe reclama, diz que vai arranjar um emprego pra mim. Acha que ela está certa? (Totó-RR)
R – Certíssima. Se fosse eu já tinha quebrado o computador ou cortado o telefone.

12 – Você é Padre? (Menina Namoradeira – ES)
R – O que você acha?

13 – Bota aí uma foto sua, outra do Pepe Chaves... (Bonitinha-PI)
R – Acho bom não fazer isso, você não vai gostar...

14 – Nosso Prefeito não faz nada e ainda publica nesse ano eleitoral, uma revista toda a cores, dizendo mundos e fundos. O que podemos fazer? (Vereador – SC)
R – Entreguem a revista para o representante do Ministério Público.

15 – Você é rico? Tudo que escreve é verdade? (Incrédula – MA)
R – Vivo de aplicações financeiras. Tenho fazendas no Estado de Mato Grosso.

16 – Manoel, alguns leitores estão perguntando se o Osvandir existe mesmo, o que respondo? (Nuno – Portugal)
R – Caro Nuno, pode responder que o Osvandir é real, existe mesmo. Suas histórias são pura verdade. Ele é caçador de Ufos, Óvnis ou Discos Voares. Se tiver algum por aí é só avisá-lo. Ele viaja pelo mundo inteiro.

17 – Onde arranja dinheiro para viajar tanto? (Caco – Espanha)
R – Olha eu não sou rico, mas meus pais que já faleceram deixaram uma boa herança. Sou filho único. Meu tio Osmair quem cuida de minhas finanças.

18 – Você perdeu dinheiro com a queda do dólar? (Joãozinho do Banco – Ba)
R – Não porque minhas aplicações são variadas e de preferência em empresas brasileiras.

19 – Você tem alguma foto de Riolândia? SP
R – Tenho, só que até hoje não sei como colocá-la no Blog...

20 – Não fale mal do povo de Riolândia e nem os chamem de mentirosos. O círculo tinha 60 metros e não 20.
R – Não desacatamos ninguém em Riolândia, apenas demonstramos como é fácil enganar as pessoas.

OBSERVAÇÃO: Essas repostas serão publicadas de 15 em 15 dias. As histórias serão postadas semanalmente. E-mails com palavrões, racismo, pornografia, etc. não serão publicados e sumariamente apagados.

quinta-feira, 7 de fevereiro de 2008

OSVANDIR EM CÓRREGOLÂNDIA

O CARNAVAL, O CANAVIAL E O ARROZAL



Tudo voltara ao normal, era quarta-feira de cinzas. Alguns bares e lojas já estavam abertos após o meio-dia.

Restos de confetes, serpentinas e até algumas peças íntimas foram vistas no lixo dos clubes.
Tudo não passou de uma grande ilusão. Quem pulou, pulou. Quem dançou, dançou! Quem gastou, ficou com conta para pagar no fim do mês pelo cartão de crédito corporativo!
Osvandir resolveu não viajar para o Rio de Janeiro, São Paulo ou Bahia, achou melhor caçar ufos no arrozal.
Ficou sabendo que tinha alguns sinais em Córregolândia, foi direto para lá.

Para não perder as transmissões carnavalescas, monopolizadas da TV Globo, levou o seu novo aparelho com mini-TV cinco polegadas, com gravador, CD/DVD, ipod (não pode), Iphone, câmara digital, rádio, MP3, MP4, MP5, tudo junto, do tamanho de um maço de cigarro; tecnologia chinesa! Coisa de louco!

Na correria, quando queria ver TV acabava ligando o rádio. Se ligava o gravador ouvia o DVD, uma confusão dos diabos. Acabou tendo umas lições com um jovem de 12 anos que lhe deu umas dicas “maneiras”.

Ao chegar ao local, a Pousa Piaba, a beira do córrego, encontrou arrozais a perder de vista. Tudo num verde sem fim, era muito lindo.

O Senhor Felício, 30 anos, dono da Pousada, foi quem lhe deu as primeiras informações: “Fui deitar mais cedo e de madrugada levantei-me para tomar água e com fome, resolvi atacar a geladeira. Quando ouvi um cachorro miando, um gato latindo, um galo berrando e um boi cantando. Aí pensei: a coisa aqui tá preta! Fui lá fora e vi uma grande nave espacial que cobria todo o arrozal, soltando pequenas bolas, sondas ou periféricos que de repente começaram a fazer desenhos no local. Fiquei gelado, minhas pernas endureceram, perdi a fala, larguei a água e o bolo em cima da mesa fiquei mais amarelo que laranja madura. O coração disparava e a voz continua contida na minha garganta. Fui até o quarto de meu irmão, bati na porta mas ela estava aberta e ele roncando. Gritei, gritei, mas de nada adiantou, ele continuava a roncar como um porco. Aproximei-me e puxei a sua orelha. Ele espantado gritou?
__ Que é isso homem?
__ É um Disco Voador lá fora!
__ Você ficou vendo Carnaval até tarde pela TV, o desfile da Beija-Flor...
__ Venha ver...
Meu irmão vestiu a camisa e fomos até a porta da cozinha. A nave já tinha subido para uns 500 metros de altura, mas deu para ele ver as luzes por baixo dela. Eram de um branco leitoso que ainda iluminava a região. Meu irmão não se assustou tanto como eu. De manhã, lá pelas sete horas fomos ver os estragos. No meio do arrozal um círculo grande, de 60 metros de diâmetro e sete pequenos de 20 metros cada um. Olhando de longe dava para ver um quadrado no meio do círculo grande, assim meio embaçado. A disposição deles era muito bem definida.”

Depois de ouvir tudo isso Osvandir resolveu fotografar e medir a radiação do local com um Contador Geiger (ou contador Geiger-Müller ou contador G-M) que serve para medir certas radiações ionizantes (partículas alfa, beta ou radiação gama e raios-mas não os neutrons).(*) Apenas um leve movimento no Contador, radiação nenhuma.

Não encontrou as plantas todas amassadas como o dono da Pousa falou, 80% já haviam voltado ao normal, sobrou apenas um leve rebaixamento de algumas plantas. Fez algumas fotos e ouviu música ao mesmo tempo. Tempos modernos! Não conseguia entender essas novas tecnologias. Chamou o Senhor Felício para entrar no meio do círculo grande, mas ele não quis ir.

Procurou saber se mais alguém tinha visto a tal nave, informaram-lhe que apenas mais uma pessoa, que morava perto da cidade de Córregolândia vira algumas luzes durante a noite.

Alguns radialista e ufólogos xenófagos, mais assustados que boi correndo de maribondos, iam e vinham no meio do arrozal, todos com cara de quarta-feira de cinzas, procurando qualquer pista que a nave tenha deixado. Um deles encontrou um pedaço de uma enxada velha e já foi logo guardando na sacola para levar ao exame.

Ai então Osvandir não aguentou tanta invasão, foi logo despedindo de todos, pegou seu equipamentos de medição e aparelhos eletrônicos, colocou-os no carro e foi saindo pela estrada do arrozal.

De repente viu alguma coisa se mexendo no meio de uma fileira de arroz. Um ser esquesito com uma máscara e uma mangueira na mão, apesar da ocasião séria, ele lembrou do carnaval.
Tinha um emblema brilhante no ombro direito, um tanque nas costas. Sua roupa era cinza, cobriam todo o corpo. Botas de cano alto até o joelho.

Osvandir ficou assustado, seria uma ET esquecido pela nave-mãe, no meio do arrozal?
Foi aí que ele pode notar no emblema algumas letras que diziam:

VIGILÂNCIA SANITÁRIA.



Manoel
==================================================================

(*) OSVANDIR também é cultura! (Fonte: Wikipédia)

sexta-feira, 1 de fevereiro de 2008

OSVANDIR EM RIOLÂNDIA


Incidente em Rosvolândia
Imagem Google

Osvandir juntou o material, barraca de camping, lanterna, máquina digital, binóculo, dez metros de corda, outros bagulhos menores e cartões de crédito; pegou o carro e sumiu na estrada. Destino: Riolândia, São Paulo.

Assim que chegou a cidade foi logo a banca de jornal e comprou um regional O Jornal “BOM DIA” de S. J. Rio Preto, com a seguinte manchete:

Riolândia atrai curiosos para ver rastros de 'E.T.'

Canavial se torna atração na região e arrasta dezenas de
moradores de cidades vizinhas para ver o ‘fenômeno’

Cidade pequena, cerca de 8.500 habitantes, norte Estado de São Paulo. Prefeito assustado com repentino aumento da população no município. Câmara Municipal preocupada com repercussão do fato na mídia internacional.

Tudo aconteceu num terreno de uma pousada turística. Osvandir hospedou-se na cidade, num pequeno hotel.

Uns acreditam que ali tenha pousado um Disco Voador de grandes proporções, deixando aquelas marcas.

A única testemunha, disse que já repetiu a mesma história mais de 50 vezes para pessoas curiosas, ufólogos e autoridades.

Alguns moradores do lugar também informaram que na mesma noite ouviram barulhos e os cães latirem, depois tudo caiu num silêncio profundo.

Os céticos afirmam que tudo não passa de uma armação para atrair turistas para o local. Os crédulos acreditam mesmo que uma nave espacial de grandes proporções pousara naquele local.
Depois de muitas medições, conferindo também a radiação, Osvandir chegou a conclusão que tudo aquilo não passaria uma manifestação da natureza.

Osvandir aproveitou o público: jornalistas, ufólogos e outros visitantes, para fazer um grande círculo no meio do canavial, a título de ilustração.

Pegou a corda de dez metros que levou, pediu uma marreta, um pau para estaca e foi para o meio do canavial. Plantou a estaca num determinado local, passou uma argola de metal sobre ela e amarrou a corda naquele aro. Convidou duas pessoas para ajudá-lo. Uma ficou no centro controlando a descida da corda, Osvandir e outro ficaram na ponta. Esticaram a corda até o fim dos seus dez metros. Foram andando, fazendo o círculo devagarzinho, primeiro passaram a corda nas canas, mais ou menos um metro de altura, depois baixaram para meio metro e finalmente o mais rente possível do chão.

O que se viu depois de pronto foi um perfeito círculo, com 20 metros de diâmetro! Todo mundo ficou sabendo direitinho como poderiam fazer círculos em canaviais, arrozais, trigais e outros ais.
Mas o que se viu em Riolândia não chegava nem perto daquilo. Apenas umas canas rebaixadas talvez por um forte vento. A tal tesoura de vento que eles falam no interior. É o que a maioria acredita. Só foi visto porque está muito próximo da estrada da Pousada e do rio.

Alguns turistas que chegaram depois adoraram o círculo do Osvandir. Acreditaram mesmo que aquilo seria de ETs.

É assim que se produzem os fatos, aquela mentira vai se tornando realidade devido a pouca informação e muita ignorância. Já tem gente levando até santo pra lá. Estão fazendo romaria...
Acredita-se que tenha interesse financeiro no fato. Alguns hotéis e pousadas já estão cobrando mais caro e todos estão lotadas a semana inteira. Tem serviço de Táxi que leva o pessoal até o local.

Fábio Bettinassi, nosso amigo de Araxá, articulista do Ufovia, descobriu que Riolândia já consta até da Wikipédia, a grande enciclopédia digital: “Poucos dias depois do ocorrido, já podemos encontrar citações do caso de Riolândia nas principais mídias do ramo ufológico, em blogs, comunidades, fóruns, sites nacionais e internacionais”. Tudo feito às pressas, alguns links acabam dando em Portugal.

Mas Osvandir, de tanto conferir as medidas, acabou desistindo e foi ver se conseguia dormir, para a partida no dia seguinte. Não conseguiu, teve que dar entrevistas para os canais de TV e jornais. Muita chateação, falação e repórteres escalados para a matéria que nada entendiam do assunto com perguntas impróprias. Algumas até engraçadas, porque não dizer hilárias.
Cansado de tanta besteira Osvandir resolveu voltar para casa. Arrumou tudo, foi pagar as despesas na portaria do hotel e ficou surpreso: não devia nada. O proprietário disse que não ia cobrar nada porque de certa maneira ele havia contribuído com o esclarecimento dos fatos. Não entendeu nada, ficou até curioso com o assunto.

Na manhã seguinte leu a seguinte manchete no Jornal da região de Riolândia:

“NOVO CÍRCULO APARECE EM CANAVIAL DE RIOLÂNDIA”

No subtítulo a matéria dizia que o novo círculo aparecera na noite anterior e tinha aproximadamente 20 metros de diâmetro.

Manoel